Pular para o conteúdo principal
Como uma carta de fiança pode ajudar a preservar a evidência em uma reclamação de danos pessoais

Como uma carta de fiança pode ajudar a preservar a evidência em uma reclamação de danos pessoais

14 de setembro de 2022

Acidentes acontecem. O Conselho Nacional de Segurança (NSC) estima que 55 milhões de pessoas-1 em 6 americanos procuraram atendimento médico profissional por ferimentos somente em 2020. Os acidentes podem acontecer por uma variedade de razões, no entanto, uma grande maioria surge de ações descuidadas. Se seu acidente foi causado pela negligência de outra parte, você tem o direito de responsabilizá-los por seus danos através de uma reclamação por danos pessoais. Para provar a culpa, você precisa de provas. 

Um desafio central é que o réu pode estar no controle de provas-chave. Você pode tomar medidas para proteger seu direito de obter provas do réu através de um tipo de aviso legal chamado carta de espoliação (spoliation letter). Neste post do blog, nosso advogado de danos pessoais de Hillsborough explica como uma carta de fiança pode ajudar a preservar provas relevantes em uma reivindicação legal na Carolina do Norte. 

Cartas de Spoliation e Pedidos de Indenização por Danos Pessoais na Carolina do Norte

O litígio sobre danos pessoais é complicado. O processo de descoberta é uma parte importante de qualquer caso legal, incluindo uma reclamação de danos pessoais. Como descrito pelo Cornell Legal Information Institute, o processo de descoberta é um "processo de pré-julgamento"através do qual as partes de assuntos legais em andamento podem ser obrigadas a trocar provas e informações relevantes entre si. De fato, as partes em uma disputa legal têm a responsabilidade geral de preservar as provas pertinentes. 

O problema é que os réus em reclamações por danos pessoais não estão exatamente ansiosos para salvar as provas. Uma carta ou espoliação é um tipo importante de aviso legal porque exige oficialmente a preservação das provas. Uma carta de espoliação pode fazer exigências específicas para preservação de provas, exigências gerais para preservação de provas, ou, mais provavelmente, ambas. Você pode usar uma carta de espoliação para dizer aos possíveis réus e terceiros para salvar provas relevantes. 

Conheça as Vantagens de uma Carta de Spoliation 

Um réu em uma ação judicial por danos pessoais (ou ação judicial por danos pessoais em potencial) não é suposto destruir ou "perder" provas. As regras federais e estaduais de procedimento civil são ambas claras sobre este assunto. Os réus têm um dever geral de preservar informações relevantes. No entanto, uma carta de fiança é um passo importante em uma ação por danos pessoais por dois motivos: 

  1. Aumenta as chances de que o réu ou terceiros realmente preservem as provas.
  2. Isso coloca o reclamante (vítima) em melhor posição para obter um remédio se as provas não forem salvas. 

Que tipo de recurso está disponível se um réu destruir intencionalmente ou negligentemente não preservar provas? O demandante (vítima ferida) poderia ter direito a uma inferência adversa. Com uma inferência adversa, o tribunal presumirá que a evidência que deveria ter sido preservada teria sido favorável à vítima ferida. Uma inferência adversa é um poderoso recurso legal. 

Dicas acionáveis para a elaboração de uma carta profissional de Spoliation 

Você foi ferido em um acidente na Carolina do Norte? Você está preocupado que o réu ou um terceiro vá destruir ou "perder" provas chave de que você precisa para fazer seu caso? Proteja seus direitos com uma abordagem pró-ativa. Envie uma carta ou espoliação. Aqui estão três coisas fundamentais a saber sobre a elaboração de uma carta confiável e eficaz de espoliação em uma reclamação por danos pessoais: 

  1. Declarar claramente a sua intenção de evitar a reivindicação legal: Não deve haver ambigüidade. Uma carta de fiança deve deixar bem claro que você pretende prosseguir com a ação legal. Como tal, as provas relevantes devem ser preservadas sob a lei, pois são pertinentes ao litígio em andamento/futuro.  
  2. Tente ser específico - mas inclua também a linguagem geral: Você tem algum conhecimento de provas específicas que o réu ou um terceiro possa ter? Se sim, seja específico. Diga isso dentro da carta de espoliação. Além disso, uma carta de espoliação deve incluir uma linguagem geral que exija a preservação de todas as provas e informações relevantes. 
  3. Consulte com um advogado de danos pessoais da Carolina do Norte: Como uma carta de fiança é um aviso legal oficial, ela deve ser redigida por um advogado experiente em danos pessoais da Carolina do Norte. Um advogado pode ajudá-lo a redigir uma carta abrangente e convincente. 

Entre em contato com nosso advogado de danos pessoais de Hillsborough, NC para uma consulta gratuita

Na Paynter Law, nossos advogados de danos pessoais da Carolina do Norte garantiram mais de US$ 500 milhões para vítimas e famílias. Se você tiver alguma dúvida sobre a espoliação de provas, nós podemos ajudar. Telefone agora ou conecte-se conosco online para agendar uma revisão de caso sem custos e sem compromisso. De nosso escritório em Hillsborough, representamos vítimas feridas em toda a área, inclusive em Durham, Raleigh, Greensboro, Chapel Hill, Mebane, Burlington, e Efland.